Monday, June 21, 2010

Brasil 3 x 1 Costa do Marfim - Soccer Ciy

No domingo de manhã ainda estávamos em Durban, acordamos por volta das 8:00 e começamos a nos arrumar pra voltar para Joburg. Saímos as 9:00 e pegamos a estrada, mais 600km para chegarmos em casa. A viagem foi tranquila, paramos para almoçar no meio do caminho e chegamos em casa eram 14:30h. Fomos tomar banho e nos arrumar para irmos ao jogo do Brasil x Costa do Marfim, quando eu digo nos arrumar quero dizer colocar 3 calças, 5 blusas, luva, toca, cachecol e bandeira do Brasil amarrada nas costas! Ninguem quer mais passar frio no estádio. Primeiro passamos pra deixar um ticket com meu professor da faculdade Thoróh, e de lá fomos pegar o ticket do Salgado, que chegou em casa no sábado a tarde do Brasil, com o pessoal brasileiro que alugou um motorhome (trailer) para a copa do mundo. Chegamos lá e decidimos ir de motorhome com eles para o estádio, 13 pessoas dentro do motorhome, correção... 13 brasileiros no motorhome, conseguiu imaginar? Foi uma animação até chegarmos no estacionamento onde deixamos o "carro" e fomos de ônibus até o estádio. Dentro do ônibus fomos cantando e pulando até chegarmos ao estádio - Soccer City, estádio que cediara a final da copa do mundo de 2010, que estádio sensacional.

O lugar estava lotado, tinha brasileiro saindo pelo ladrão. Faltava ainda 1 hora e meia pro jogo quando tinhamos passado pela catraca, então resolvemos pegar uma cerveja e um pão com salsicha. Fomos em direção aos nossos acentos, e ficamos bem atrás do gol onde o Júlio Cesar estava no primeiro tempo. Antes de começar o jogo ficamos bem na beira da arquibancada gritando "Uh Júlio Cesar, uh Júlio Cesar", mas óbvio que com tanta vuvuzela não tinha como ele nos escutar. Quando ia começar o jogo os seguranças vieram e nos tiraram de onde estávamos porque não podíamos ficar no corredor, fomos então para os nossos lugares torcer para o Brasil.
Aos 25 minutos do primeiro tempo Luis Fabiano marcou um golaço pro Brasil! O mais legal foi que o pai do Bruno estava conversando com ele bem na hora do gol, e ele pode escutar do Brasil a galera gritando e vibrando com o gol. No segundo tempo o goleiro da Costa do Marfim estava na nossa frente, então no gol numero 2 do Luis Fabiano, aos 5 minutos, nós vimos bem de perto, não deu pra ver ele pegando a bola com o braço, mas gol é gol amigo, e a galera gritou mais uma vez para o Brasil. O Bruno resolveu ir até o pessoal que estava lá na frente, uma galera de indianos que estavam torcendo pro Brasil, e resolveu ensiná-los a cantar "leee, leleo, leleo leleo leleooo Brasil!" e eles aprenderam direitinho. No terceiro gol do Brasil aos 17 minutos, a gente foi a loucura de novo. Mais gritos e pulos no meio da torcida, e a gente resolveu descer onde o Bruno estava pra gritar com a galera, nós ficamos lá cantando "leleo" com nossos novos amigos e então veio o segurança de novo pra mandar a gente ir sentar. O pior é que o estádio estava lotaaaado, não dava pra sentar em lugar nenhum que não fosse o seu, tinham mais de 84 mil pessoas assitindo o jogo. Durante o jogo a gente só via os jogadores da costa do marfim dando várias entradas feias nos brasileiros, e a gente de longe não consegue ver direito, e no telão não passa o replay, então parecia que eles estavam machucando demais os nossos jogadores, e o juíz não fazia nada! No final do jogo a Costa do Marfim marcou seu gol mas isso não impediu a nossa celebração!Fim de jogo, fora do estádio tinham vários pontos onde a galera se reunia e ficavam tocando batuque. Muito legal.
Na volta para o estacionamento fomos pegar o ônibus novamente, e o ponto de ônibus estava lotado e sem nenhum ônibus, provavelmente eles já tinham saído pra levar uma galera e tinham que voltar pra pegar mais. A fila estava imensa, foi quando o Bruno descobriu que podíamos pegar o trem que sairia em 2 minutos e iria para o mesmo lugar. A galera de brasileiro que estava com a gente saiu correndo, atravessando a rua e entrando na estação, quando estávamos descendo as escadas, o Bruno chegou perto do trem e ele começou a fechar as portas e se movimentar, o Bruno desesperado começou a pedir pra abrir, pra deixar a gente entrar, quando ele tinha desistido o maquinista do trem resolveu parar e abrir as portas novamente pra todo mundo entrar. Foi a maior festa, entramos no trem e ficamos lá cantando todas as músicas possíveis e imagináveis. Todo mundo que já estava no trem estava adorando os brasileiros, a gente faz sucesso em qualquer lugar. O resto da viagem de motorhome pra pegar o nosso carro, e de carro até em casa foi tranquila. Estávamos exaustos e chegando em casa fomos direto pra cama.
Hoje tem jogo da Espanha x Honduras, espero que seja um jogo bom, porque o dia de ontem foi sensacional!

Nossos hóspedes - Salgado, Xúnior e Julie. O Henrique já é de casa.
Detalhe do Cara da Costa do Marfim aparecendo no canto da foto de bicão.
video

1 comment:

Fabiana Panachão said...

o bruno é maluco sem noção ahahahaha ensinar indiano a cantar e bater no trem pro cara abrir é loucura ahahahah
demais, adoro, continue escrevendo beijos