Thursday, March 27, 2014

Zimbali - North Durban

Dia 21 de Marco eh dia dos direitos humanos aqui na Africa do Sul. Esse ano caiu numa sexta-feira. Por isso planejamos viajar para a praia. Como ir pra praia daqui de Joburg eh uma tarefa mais complicada, eh bom ter um final de semana prolongado pra conseguir descansar de verdade.

Fomos para uma praia mais ao norte de Durban, perto de Dolphins coast, chamada Zimbali. Nesse bairro tem um resort de luxo lindo. Perto desse resort tem um residencial chamado Zimbali Coastal Resort & Estate. Esse residencial possue varias casas grandes e algumas delas os donos alugam para temporadas e feriados. Como estariamos em 5 casais mais 5 criancas precisavamos de uma casa grande. Procurando na internet encontramos esse residencial e uma casa com 5 quartos que acamodava todos nos. Claro que estava com medo de nao dar certo ou de ter algum problema com o lugar ja que nunca fui praqueles lados. Mas tudo deu certo.

Saimos daqui na quinta-feira dia 20 de marco, depois do almoco. Fomos em comboio. Estavamos em 3 carros com 4 criancas, por isso tivemos que fazer algumas paradas e a viagem durou 7 horas. Pegamos a estradas as 14h e chegamos as 21h.

Para ir de Joburg ate Durban eh uma estrada apenas. Eh soh pegar a N3 e depois de uns 580km esta Durban. A estrada eh otima, sempre com duas faixas pelo menos. Depois de chegar em Durban eh soh pegar mais 40km de N2 e ja esta em Ballito, que eh a praia perto de Zimabali.

A casa era enooorme. Mas era o que precisavamos pra tanta gente. Confesso que estava um pouco suja quando chegamos. Mas no dia seguinte o moco da limpeza foi e deixou a casa um brinco.

Na sexta e no sabado saiu sol e aproveitamos pra ir pra praia. Nao deu pra aproveitar muito a praia em si porque as ondas eram muito fortes e a recomendacao era de nao nadar. As ondas quebravam forte bem na beira. Mas o residencial tem uma area de piscinas onde a gente se esbaldou.

Foi um fim de semana muito divertido. Demos muitas risadas, fizemos churrascos, tomamos sol e ate banho de jacuzi. As criancas se divertiram, brincaram, dancaram, foram na piscina, brincaram na areia. Quer dizer, foi um fim de semana de rei pra todos.

No domingo foi o dia de voltar pra casa. O sol saiu lindo, ate aproveitamos um pouco as piscinas antes de pegar a estrada de volta. Mais 600km pra voltar. Saimos de la as 10h e chegamos as 17h em casa. Com direito a uma parada pra almoco.

Para mais informacoes sobre o residencial, o resort e as casas que eles alugam eh soh acessar o site:
http://www.zimbalihomes.com/

Wednesday, March 26, 2014

Drakensberg - Amphitheater

No dia 9 de Agosto de 2013 foi dia das mulheres, e aqui esse dia eh feriado!
Aproveitamos que esse dia caiu numa sexta e fomos pela primeira vez para Drakensberg.

Eu sempre tive vontade de conhecer essa area. Fica uns 400km de Johannesburg, e eh uma area cheia de montanhas. Saimos no dia 9 bem cedo e com chuva! Estava ficando frio, e foi a primeira chuva que teve desde abril. Claro que tinha que chover justo no dia que iriamos viajar... rsrsrs

O Gabriel se comportou na viagem que durou umas 4 horas. Foram 350km de estrada boa, com excecao de uns 15km de estrada em construcao. Quando estavamos na area de Drakensberg pegamos uma neblina pesada na estrada. Mas mesmo assim foi bem tranquila a viagem.

Todos os lodges nessa regiao estavam lotados, tambem resolvemos planejar a viagem uma semana antes do feriado. Mas conseguimos um chale num lodge chamado Bingelela. Esse logde fica dentro de uma fazenda pequena. Nao tem nada de luxuoso, os chales sao bem simples com chuveiro e agua quente. O restaurante do lugar era bem gostoso. Como chegamos na sexta na hora do almoco, decidimos tirar um cochilo durante a tarde ja que o tempo estava chuvoso e nao tinha nada ao redor para fazermos.

No dia seguinte acordamos cedo e fomos para o Royal Natal National Park. Esse parque ficava uns 20km da nossa acomodacao. Ele tem varias montanhas e a mais conhecida eh a Amphitheater (Anfiteatro). No topo dessa montanha eh onde esta a Tugela Falls, a cachoeira mais alta da Africa e a segunda mais alta do mundo. Sua agua cai de uma altura de 948 metros. Eh possivel chegar ao topo da cachoeira mas nao eh uma trilha muito facil. Uns amigos nossos foram e levaram quase 12h de caminhada, contando ida e volta. Nos resolvemos nao nos arriscar, ja que estavamos com nosso pequeno junto.

A entrada do parque custa 30 rands por pessoa (uns 7 reais). No portao de entrada perguntamos para o guarda se dava pra ver a montanha, ele disse que normalmente da pra se ver a montanha, mas com a neblina que estava seria dificil. Que otimo, viajamos 350km pra nao conseguirmos ver as montanhas que sempre quis conhecer. Mas enfim, pegamos um mapa com informacoes, e vimos que tinha uma trilha bem tranquila que podiamos fazer. Entao estacionamos o carro e comecamos a trilha. O dia estava comecando a melhorar, as nuvens estavam abrindo e mostrando o ceu azul lindo. Comecamos a nos animar. Essa trilha que fizemos eh muito tranquila, para cadeirantes... rsrsrs. Era asfaltada na sua maior parte, mas para chegar na area do rio que corria nao tinha mais aslfalto, eram soh pedras.



Foram 5km de caminhada, e quando voltamos quase nao tinha mais nuvem. E nao eh que o Amphitheater estava ali, lindo! Nossa que lugar bonito! Ainda bem que as nuvens foram embora. Fizemos um pequeno pic-nic e curtimos o lugar.


Voltamos para o lodge eram umas 15h, e da estrada dava pra ver a montanha. Como o guarda disse, sem nuvens da pra ver ela de longe, mas como de manha a neblina estava forte, nem imaginavamos que seria tao facil de ver a montanha assim.

Jantamos no restaurante, e no dia seguinte depois do cafe da manha voltamos para Joburg.

Para mais informacoes do lodge:
www.bingelela.co.za

Um casal amigo meu foi para Drakensberg recentemente. Ficaram numa pousada chamada The Cavern. Mais uma indicacao de lugar pra ficar nessa area. Disseram que o lugar era muito bom. Esse eh o site: www.cavern.co.za


Golden Gate & Clarens

Em Agosto de 2012 meus sogros vieram para ca nos visitar, e queriamos viajar com eles para algum lugar novo. Decidimos ir para Golden Gate que nao eh longe de Johannesburg. Claro que antes de irmos para o Golden Gate, passamos 5 noites no Kruger! Vimos varios animais interessantes. Dessa vez ficamos mais dias ao norte do kruger, conhecemos os Campings sites Mopani e Shingwezdi. Dormimos 3 noites em Mopani e fizemos um bate-e-volta ate Shingwezdi. Depois Passamos por Olifantes, e dormimos em Tambote. Noite seguinte fomos para Berg-en-del e de la fomos para Golden Gate. Foi uma longa viagem, 7 horas no carro. Saimos cedo do Kruger e rumamos para Golden Gate National Park.

Quando chegamos no Golden gate demoramos pra achar nossa acomodacao. A casa ficava a uns 7km de terra batida da estrada. Era no meio do mato, mas era muito legal. Descansamos e no dia seguinte fomos conhecer o parque nacional.
O Golden Gate eh conhecido pelas trilhas que o parque oferece, sem contar nessa paisagem sensacional. Eh um parque nacional do governo, assim como o Kruger e outros parques pela Africa do Sul.


Bem perto do Golden Gate fica uma cidade chamada Clarens. Essa cidade eh bem turistica, tem restaurantes e cafes agradaveis. Vale muito a pena conhecer.

O frio ainda estava no ar. Todo comeco de Agosto o inverno mostra suas ultimas forcas. E duas semanas antes de viajarmos tinha nevado aqui. Mas o frio foi saindo, e a primavera estava comecando dar o ar de sua graca. Ainda tinhamos um vento um pouco gelado pela manha, mas os dias estavam comecando a ficar mais agradaveis. Isso resultou num dia maravilhoso para trilhas e paisagens!

O Goldan Gate National Park fica a quase 330km de Johannesburg. As acomodacoes dentro do parque parecem ser muito boas. Eles tem um hotel recem-reformado. Nos nao entramos nos quartos, mas o lounge e o restaurante estavam muito lindos. Mas se preferir uma acomodacao com cozinha (self-catering) eles tem chales que parecem ser bem bacanas. Ou para se aventurar mais eh soh usar o camp sites (espaco para camping) deles. Em Clarens tambem tem varias pousadas e hoteis.

Para mais informacoes sobre Golden Gate National Park o site oficial eh esse:
http://sanparks.org.za/parks/golden_gate/

Friday, February 28, 2014

Farmer's Market Fourways

Depois de muito tempo resolvi escrever de novo no blog, a vida eh sempre tao corrida que fica complicado parar para fazer um post, escolher fotos e escrever. Mas vou tentar atualizar esse blog mais vezes esse ano, resolucao de ano novo ;)

Em Junho de 2012 (nossa ja faz tempo!) coloquei um post sobre um food market muito legal no centro da cidade, chama Neighbourgoods Market que funciona aos sabados. La voce encontra varios tipos de comidas num ambiente bem interessante. Ano passado descobrimos um novo mercado bem parecido com o neighbourgoods, chama Farmer's Market, fica em Fourways e funciona aos domingos. O lugar eh aberto e algumas barracas de comidas que sao vendidas no Neighbourgoods estao tambem no Farmer's Market.

O ambiente eh familiar, tem brinquedo para as criancas e espaco para sentar, comer, beber e bater um papo com musica ao vivo de fundo.

Uma das bancas mais famosas eh a do Balkan Burger. Eles fazem um hamburguer mais fino e dobram no meio e colocam no pao. Eh mto gostoso!
Parece que abriu uma banca de comida mexicana tambem, e a fila eh bem grande (entao deve ser bom.. rs), mas ainda nao voltei para experimentar.

O Farmer's market esta ficando cada vez mais conhecido, e eles ate reformaram a area das criancas. Eh bom chegar mais cedo porque esta ficando muito lotado.

O estacionamento nao eh muito grande, para a quantidade de pessoas que visitam. Se voce tiver sorte consegue uma vaguinha, se nao pode estacionar no Montecasino que fica em frente ao Farmer's Market e apenas atravessar a rua.

Para quem quiser saber mais sobre o Farmer's Market aqui vai o site:
http://www.ffmarket.co.za/

Aqui estao algumas fotos de quando fomos. Ja faz um tempinho, eles estao mudando algumas coisas aos poucos e fica melhor a cada domingo.



Essas massinhas sao as minhas preferias. Ate lembram um pouco bolinho de chuva, 




 

Friday, December 13, 2013

Velorio de Nelson Mandela - 12 de Dezembro de 2013

Dia 12/12/13 Ficara guardado na minha memoria pra sempre. Nunca imaginei que ficaria em meio a uma multidao para participar de um velorio. Mas nada foi em vao, todos os segundos valeram a pena para poder estar ao lado de Nelson Mandela durante 0.5 segundos.
Vou tentar descrever aqui como foi esse dia, mas com certeza palavras nao serao o bastante para expressar tudo o que senti.

O Velorio foi preparado em Pretoria, no Union Buildings, predio do governo executivo como se fosse o palacio do planalto. Tudo foi preparado para 3 dias de visitas, comecando as 8:00h da manha ate as 17:00h da tarde. Na quarta-feira dia 11/12/13 foi o primeiro dia do Velorio de Mandela. Na parte da manha apenas VIPs puderam entrar, das 12:00h ate 17:00h seria aberto ao publico. Nesse dia ja houve filas e pessoas que nao conseguiram entrar. Durante a noite, Bruno e eu decidimos que iriamos tentar de qualquer jeito, afinal estamos aqui e queriamos apenas dizer adeus a esse grande homem.
Nosso dia comecou as 4:20h da manha da quinta-feira. Acordamos, nos preparamos, pegamos as coisas do Gabriel e encontramos o Laranja em casa que foi com a gente tambem. Deixamos o Gabriel com a Mari as 5 da manha (santa Mari que nos ajudou muito nesse dia. Muito muito obrigada Mari!). Fomos para o Gautrain, que eh o trem que liga Johannesburg ate Pretoria. Chegamos la as 5:30h e encontramos o Malik, que eh um sulafricano que trabalha com os meninos. Chegamos em Pretoria as 6:15h e fomos caminhando ate um dos pontos onde saiam os onibus para o Union Buildings.

Haviam apenas 3 pontos que voce deveria usar para consegir acessar o predio do governo. La era obrigatorio passar por uma revista e assim pegar o onibus que te deixaria dentro da area para acessar o velorio. Escrevendo assim parece ate facil, mas estamos na Africa em que todos idolatram esse homem.
Um dos locais era o LC de Villiers Sport Center, campus da Universidade de Pretoria, onde chegamos as 6:45 da manha. Assim que entramos comecamos a caminhar ate o final da fila, uma fila que nao acabava mais! Quando finalmente chegamos tentamos fazer uma conta por cima e quantas pessoas poderiam estar na nossa frente. Nos estavamos a uns 700m do inicio da fila, se cada 1m teriam 4 pessoas, isso dah quase 3 MIL pessoas na nossa frente. Se pensarmos que nos outros 2 pontos estariam com a mesma quantidade de gente, teriamos no minimo 9mil pessoas na nossa frente. Mas isso nao nos desanimou. Entramos na fila e esperamos. As 7 da manha os onibus comecaram a aparecer, e a fila comecou a andar. O ceu abriu e um lindo dia comecou a se mostrar, ao contrario dos outros dias que soh choveu o dia inteiro. Levamos guarda-chuva que foi utilizado como guarda-sol. O sol comecou a ficar forte as 8 da manha. A fila soh conitnuava a crescer. Ficamos 4 horas na fila ate chegarmos no toldo branco onde a policia nos revistou e enfim entramos no onibus as 10:30h.
A fila onde estavamos fazia um "U". Pessoas nao paravam de chegar. Foto tirada as 6:53 da manha.
Essa foto foi tirada as 7:42 da manha
Laranja, eu, Malik e Bruno depois de algumas horas na fila.
video

A gente estava feliz por ter conseguido entrar no onibus, o pessoal comecou a cantar umas musicas em homenagem ao Mandela.
Segundos antes de entramos no onibus. Foto tirada as 10:29h
video


video

Uma hora depois de entramos no onibus.
O transito no centro da cidade. Foto tirada as 11:55h.
Depois de 1 hora parados no transito as cancoes comecaram a parar. Passadas 2 horas dentro do onibus no meio do transito queriamos entender o que estava acontecendo, ainda nao tinhamos nem chegado no perimetro que a policia tinha bloqueado para entrada apenas dos onibus. Era uma fila de onibus interminavel, e nao sabiamos o que estava acontecendo. Uma hora o onibus conseguiu andar um pouco mais e passamos do lado de uma fila enorme perto do Union Building, mas nenhuma daquelas pessoas tinham a tinta no dedo que os policiais colocavam apos as pessoas terem sido revistadas. Depois de andar mais um pouco o onibus parou. Ficamos la sem saber o que estava acontecendo. Um policial que estava com a gente foi tentar ver o que estava acontencendo. Depois o motorista saiu. Quando reparei a maioria das pessoas do nosso onibus ja estavam do lado de fora tambem. Quando sai eu vi a fila de onibus na nossa frente. Uma fila sem fim. Todos parados com as pessoas do lado de fora para pegar um ar, porque estava muito quente.

Tres horas depois de pegarmos o onibus, descobrimos que abriram uma excecao e comecaram a deixar entrar o povo que estava criando uma fila para entrar a peh. Aquele povo que haviamos visto quando passamos por eles. Nos sentimos meio sacaneados porque deixaram bem claro que para acessar o palacio do governo apenas seria possivel se utilizando aqueles 3 pontos para pegar os onibus. Mas imagino quantas pessoas queriam ver o Madiba. O jeito era esperar e acreditar que poderiamos conseguir.

Os onibus iam andando de 10 em 10 metros. A gente ia andando do lado de fora porque nao iamos perde-lo de vista mesmo. Quando eram 14:30 eu ja estava perdendo as esperancas. Achei sinceramente que nao conseguiriamos. Haviam ao menos 50 onibus cheio de gente na nossa frente. Disseram pra gente que eles nao deixariam mais as pessoas entrarem depois das 15h. Nos nao sabiamos quanto tempo faltava para chegarmos ate o local. Todos dentro do onibus estavam comecando a ficar desiludidos. Engracado, mas todos nos sentiamos como uma familia, tambem depois de 4 horas na fila e mais 4 horas dentro do onibus juntos, pareciamos que ja nos conheciamos ha anos. Tinha uma mulher que estava com 4 filhos, o mais novo de 1 ano e meio, uma de 4, outro de mais ou menos 7 anos e a mais velha devia ter uns 9 anos. Eu olhava para o pequeno e pensava no Gabriel. Ainda bem que eu nao tinha levado ele, seria muita sacanagem com ele. Essas criancas se divertiram, dormiram e se comportaram muito bem durante todo o tempo.

As 15:20h nosso onibus comecou a andar mais. Entao conseguimos ver que estavamos bem perto da entrada do predio. Todos comecaram a ficar contentes, ate comecaram a cantar de novo. Mas nessa hora o policial disse que era para todos ficarem em silencio porque o Mandela estava perto. Nossa quando ele disse isso senti um gelo por dentro. Pensei que aquela seria a hora de poder dizer adeus a Nelson Mandela. De tantas e tantas pessoas que estavam naquela fila enorme e que com certeza nao iriam conseguir entrar, eu seria uma das privilegiadas a poder dizer adeus a Nelson Mandela.

Os policiais que estavam do lado de fora do onibus monitorando a entrada, disseram que poderiamos sair em silencio, nos deram uma fita preta escrito em branco "NELSON ROLIHLAHLA MANDELA - MADIBA" e pediram para colocarmos no braco esquerdo. Todos estavam a passos rapidos porque disseram que iriam fechar o portao. Um policial disse pra mim "Calma voce vai conseguir ve-lo", eu tremi!
Os policiais disseram para fazermos uma fila dupla, e quando olhei pra frente la estava o caixao. O silencio era apenas quebrado por suspiros de choro. Comecei a sentir meus olhos se encherem de lagrimas. A cada passo em direcao ao caixao minha cabeca ficava vazia, nao conseguia pensar em mais nada. Cheguei do lado do caixao, meu cansaco de 11 horas de espera haviam sumido. Primeiro vi um soldado vestindo uma farda branca na frente do caixao, depois o lindo pano branco que cobria uma parte do caixao. Enfim o vi. Seu rosto estava relaxado, como de alguem que realmente estivesse descansando. Dava pra ver que ele estava um pouco inxado mesmo com a maquiagem que fizeram, o que nao eh de se estranhar depois de tantas idas ao hospital e de ter 95 anos.
Foram apenas meio segundo ao seu lado que ficarao guardados para o resto da minha vida.

Essa foto foi tirada pela imprensa quando os VIPs diziam adeus a Mandela.
Nos passamos exatamente nesse mesmo lugar.
Passamos por ele, eu e o Bruno nos abracamos e choramos. Muitas emocoes, muito cansaco, mas nada comparado ao que aquele homem deitado ali passou na vida. Nos sentimos abencoados por termos a oportunidade de dizer "Obrigado por tudo Madiba".

A caminho da entrada. Foto tirada as 15:36h

A poucos metros de Mandela. Foto tirada as 15:37h

Logo apos termo visto Mandela. Foto tirada as 15:48h



Voltamos para casa pensativos. Aquele homem ali era Nelson Mandela, um grande heroi da humanidade.
Cheguei em casa as 18:30h, cansada mas com a grande frase do Madiba na cabeca:

"It always seems impossible until it's done"

"Sempre parece impossivel ate que seja feito"