Monday, July 5, 2010

Triste Fim

No último jogo do Brasil na copa do mundo estávamos lá torcendo por ele mais uma vez, a derrota ninguém esperava mas isso é futebol.
Na quinta-feira depois do almoço fomos para o aeroporto para irmos a East London, quando chegamos lá alugamos um carro e dirigimos 380km até Jeffreys Bay. Chegamos eram 22:00h e estávamos bem cansados porque tínhamos acordado cedo pra ir trabalhar, então jantamos e fomos descansar pois no dia seguinte tínhamos jogão de bola pra ver. Na sexta eu e o Bruno acordamos 6 da matina pra irmos ver o nascer do sol na praia, que lugar lindoooo! Jeffreys realmente é um lugar paradisíaco. A gente não conseguiu relaxar muito pois sabíamos que o Brasil teria um adversário muito forte pela frente. Depois de tomar café da manhã, nos arrumamos para irmos ao estádio. Pegamos o carro e fomos para Port Elizabeth, mais 80km de viagem. Conseguimos estacionar num lugar bem perto do estádio e no caminho paramos em um bar para nos reunirmos e refrescar os pensamentos com uma cervejinha. Conhecemos dois brasileiros muito gente boa que estavam lá também nervosos e apreensivos como nós. Fomos em direção ao estádio, que é bem bonito por sinal, e encontramos os nossos amigos do trailer e ficamos cantando músicas e pulando como sempre, até os holândeses entraram na dança, estava tudo ainda muito bom.
Fomos nos sentar, estávamos atrás do gol onde o goleiro da Holanda ficou no primeiro tempo. O estádio estava vazio comparado aos outros jogos que tinha ido. Os jogadores entraram em campo, e na hora do Hino eu me emocionei, estava muito ansiosa por esse jogo e ouvir todo mundo cantando junto foi de arrepiar. O jogo começou e logo aos 8 minutos do primeiro tempo Robinho fez um gol que foi anulado porque estava impedido, mas 2 minutos depois ele recebeu um passe lindo de Felipe Melo e marcou o gol do Brasil, nós vibramos como nunca!! Tinha um senhor brasileiro que estava na nossa frente que vibrou com a gente com lágrimas nos olhos. O Brasil jogou bem o primeiro tempo, mas no segundo perdeu um pouco o rumo quando a bola entrou no gol do Brasil num passe da Holanda aos 8 minutos. Ainda tínhamos muita esperança, mas a Holanda estava gostando do jogo e aos 23 minutos marcou mais um gol. 5 minutos depois Felipe Melo foi expulso e o Brasil se perdeu no campo, ainda tivemos várias chances de gol, mas tem horas que a bola não quer entrar. O Brasil foi pra cima da Holanda com garra mas não era o nosso dia infelizmente. Todos ainda tinham esperança, mas quando o juíz apitou para o centro percebemos que tínhamos sido eliminados da copa. Eu nunca me senti assim com jogo de futebol, uma coisa é ver o Brasil perder pela televisão, outra é ter ido a todos os jogos da copa, ver que o Brasil jogou bem, mas infelizmente não foi dessa vez. As lágrimas vieram nos olhos de todos os brasileiros que estavama ali sentados olhando para um ponto fixo, um vazio toma conta do coração, você fica desolado, sem rumo. Nessa hora o Bruno disse: " É por isso que ganhar a copa é tão bom, porque perder é horrível" e ele tem toda razão. Ficamos ali mais um tempo sentados e olhando para o campo onde os jogadores já estavam se retirando do gramado. Começamos a nos movimentar para voltarmos para Jeffreys. O resto da noite foi como se estivéssemos em modo de piloto automático, voltamos para o carro, dirigimos mais 80km ate Jeffreys e lá fomos jantar porque ainda não tinhamos nem almoçado, só comemos um pão com salsicha no estádio antes do jogo. No dia seguinte bem cedo pegamos o carro para irmos até George town, 300km de Jeffreys, para pegamos o vôo até Johannesburg.
Todos nós estávamos tristes, hora comentávamos sobre o jogo, hora ficavamos pensando cada um na sua. Chegamos em Joburg eram 14:00h no sábado, e fomos pra casa fazer aquela lasanha insana do Jamie Oliver. Foi o último dia do Salgado na África do Sul, e o Rafa estava voltando pro Brasil também depois de ter morado 1 ano e meio aqui. Enquanto preparávamos a lasanha assistíamos ao jogo da Argentina contra Alemanha, e assim descobrimos que a copa do mundo não tinha acabado só pra gente, que os favoritos para essa copa tinham sido massacrados pelos alemães de 4 a 0, isso deixou a gente um pouco mais alegre, e depois de comermos a lasanha ficamos mais contentes ainda.
Antes que eu me esqueça, o meu amigo holândes não tirou nenhum sarro de mim, ele disse que estava muito feliz mas triste por mim também. Aliás nenhum holândes veio querer tirar proveito da situação, por isso eu torço para a Holanda ser campeã dessa copa do mundo.
Nesse fim de semana eu aprendi o que é realmente torcer para o Brasil, e que ganhar ou perder faz parte do jogo. Só perde quem joga. Nós jogamos, suamos e honramos a camisa do Brasil. Tenho certeza que muitos brasileiros devem estar massacrando os jogadores e a comissão técnica, mas esses não entendem o que é estar no campo e ficar de cara com a derrota. O Salgado disse: "Continuo com o mesmo orgulho de ser brasileiro, honrei na torcida e os jogadores honraram em campo. Futebol é assim, tem que saber ganhar e saber perder, de cabeça erguida." Concordo plenamente. Agora é bola pra frente e continuar torcendo para o Brasil sempre!

"Vamos jogar com raça e com coraçããããão, Copa do mundo, ser campeããããão
Olha meu amigo como é que ééééééé, melhor do mundo, é rei Peléééééééé
Deus é brasileiro e eu também sooooou, com muito orgulho, com muito amooooor
Verde e amarelo no coraçããããão, uma só voz, um só pulmãããããão"


2 comments:

Juliana said...

Muito legal o blog de vcs! Meus irmãos estão aí tb! Acompanharam toda essa trajetória, 10 amigos em dois motorhomes...Zé Carioca, camisolão do hexa...empolgação a mil!! Acompanhamos tudo aqui do Brasil, ficamos tristes mais ainda por eles. Mas é isso mesmo, a viagem deles compensa por tudo isso e eu continuo orgulhosa com o Brasil. Adoro!!!! :)

Fe Marins said...

Camilleeeeees, to com uma dúvida cruel. Não adianta mais guardar segredo, vcs tb serão papais neh?!
Mas, ta na rabiga do Buno...hahahahahaha....REGIME NELE.
Agora chega de farra. Vms trabalhar?!ok ok ok...rs
bjo