Wednesday, January 27, 2010

Chuva, eu peço que caia devagar!

Mais uma vez chove em São Paulo! Chove todos os dias e é alagamento atrás de alagamento, não há bairro que aguente. As ruas parecem rios que são usados para a prática de rafting.

Em Joburg tem chovido todos os dias também, pancadas fortes acontecem todas as tardes e noites. Eu conversei hoje com um amigo meu sul-africano, que me disse que nessa época chove bastante, mas é raro chover dois dias seguidos, e já faz mais de 1 semana que tem chovido todos os dias. Hoje, por exemplo, não parou de chover o dia inteiro.
As chuvas daqui são marcadas pelos trovões, nunca vi lugar pra ter tanto trovão! E não são aqueles raios que você vê apenas um risco de longe, esses são muito perto, você consegue ver perfeitamente o caminho que ele percorre do céu até a terra. E detalhe que é um raio atrás do outro, a cada 1 minuto você vê um trovão. Primeiro vem aquele clarão, e depois de uns 10 segundos vem o som que dura mais uns 15 segundos.


(Essa foto eu tirei da internet mas não deixa de mostrar o que realmente acontece por aqui!)

Durante a época de chuvas, que vai desde outubro até abril, os trovões são vistos todos os dias. As vezes nem chega a chover e o trovão está sempre presente. Isso raramente acontece na época de inverno.

No inverno o clima é super seco. Quando mudei pra cá tinha começado o outono, foi bem no fim de março de 2009, então não peguei a época de chuva. Só vi a chuva por volta de agosto Teve uns dias durante esse periodo que chuviscou um pouco mas nada que molhasse bem (na verdade só choveu quando nossos amigos brasileiros visitaram a gente!). Por causa do tempo seco, existem muitas queimadas por aqui, vira e mexe tem uma fumaça no horizonte. Uma vez eu estava no supermercado do lado de casa, e senti o cheiro de queimado muito forte. Quando estava na rua eu vi o fogo em um pedaço de terra que tinha do lado de onde estava e aquela fumaca subindo. O corpo de bombeiros já estava controlando o fogo, mas foi um choque ver aquilo acontecendo do lado de casa. Nessa época também é muito comum você dar choque, principalmente quando sai do carro e encosta na lataria, é batata, choque na certa. E quando você está num ambiente que tem carpete então. Na hora que você pega a maçaneta da porta o choque vem de novo, as vezes dá até pra ouvir o barulhinho do choque na hora, e tambem aquelas faisquinhas que saem. Depois de um tempo você acaba se acostumando. Toda vez que eu vou encostar em alguma coisa que corre o risco do choque, primeiro eu fecho a mão e coloco o lado de fora, aquela mais parte fofinha da mão, na superficie pra poder descarregar e depois pego normalmente a maçaneta ou a porta do carro. Você vai aprendendo uns macetes pra poder se livrar do susto do choque, porque ele não dói, só assusta.

1 comment:

Leandro said...

Isso não tem a ver com a baixa densidade da estratosfera que fica sobre Jobourg?